MBUX

As centrífugas industriais Alfa Laval MBUX são adequadas para a recuperação de leveduras e outros micro-organismos em aplicações farmacêuticas. Disponíveis em tamanhos diferentes, elas exigem relativamente pouca energia para recuperar sólidos concentrados. A suspensão é pseudoplástica e flui facilmente no reservatório contra a força centrífuga, configurando um sistema fechado. A configuração fechada também aumenta a higiene.

Equipamento de fabricação farmacêutica para recuperação higiênica e pressurizada de micro-organismos

  • Concentração alta e uniforme da fase de sólidos descarregados independentemente de flutuações no fluxo de alimentação ou na concentração devido a bocais de vórtice autorreguláveis
  • Sem formação de espuma - as fases leve e pesada são descarregadas sob pressão, o que simplifica a instalação (sem sistemas de bomba) e melhora a higiene
  • Sem acúmulo de sólidos compactados - bolsões no reservatório direcionam os sólidos para tubos de concentrados, tornando a separação e a CIP fáceis e eficientes
  • Operação custo-efetiva - baixa exigência de energia em um sistema fechado sob pressão
  • Eficiente - o recipiente pode ser aberto intermitentemente durante a produção e/ou o ciclo de limpeza para ejetar sólidos enquanto a máquina continua a trabalhar a toda velocidade

Todas as partes úmidas são de aço inoxidável de alta qualidade (incluindo o corpo do reservatório em aço inoxidável Super Duplex), enquanto as vedações de borracha são de EPDM aprovado para alimentos ou de borracha nitrílica. A separadora está equipada com sensores de velocidade e vibração, e os pés de ancoragem com amortecedores de vibração. A separadora é acionada por um motor montado em flange que é pré-montado na fábrica para que não haja necessidade de alinhamento no local.

As separadoras MBUX estão disponíveis em diferentes tamanhos, cobrindo uma ampla gama de demandas de processo.

Os bocais de vórtice da Alfa Laval compensam automaticamente as variações na taxa do fluxo de alimentação ou a concentração de sólidos da alimentação para garantir uma concentração constante na fase de descarga de sólidos. O recurso de autorregulação se baseia na relação entre a viscosidade do líquido que entra na câmara do vórtice e o efeito de sua velocidade de rotação na queda da pressão.

O concentrado entra na câmara do bocal de vórtice tangencialmente na periferia, forma um remoinho na câmara do vórtice e sai através de um orifício no centro do bocal. A pressão de entrada e saída do líquido é semelhante às quedas de pressão normais. Em princípio, estas quedas de pressão não são afetadas pela viscosidade do concentrado. A queda de pressão criada pelo remoinho do concentrado na câmara do vórtice é alta se a velocidade de rotação for alta e, inversamente, baixa se for baixa.

Com os bocais de vórtice autorreguláveis patenteados da Alfa Laval, a concentração da fase de sólidos descarregados pode ser mantida em um nível alto e uniforme, independentemente de flutuações no fluxo de alimentação ou na concentração de alimentação. A centrífuga pode, assim, ser operada mais perto do ponto de entupimento sem aumentar o risco de entupimento.

As fases leve e pesada são descarregadas sob pressão, o que evita a formação de espuma, simplifica a instalação ao eliminar sistemas de bomba e melhora a higiene. Bolsões de sólidos no reservatório direcionam os sólidos para os tubos de concentrado, evitando o acúmulo de sólidos firmemente compactados e tornando a separação e a Limpeza no Local (CIP) mais fácil e eficaz.

CIP automatizado em velocidade total

O reservatório pode ser aberto de forma intermitente durante a produção e/ou o ciclo de limpeza para ejeções de sólidos enquanto a máquina continua a funcionar a toda a velocidade. A estrutura da tampa é equipada com um bico de pulverização para lavagem da parte externa do reservatório.

Projeto padrão

Todas as partes que entram em contato com líquidos são de aço inoxidável, incluindo o corpo do reservatório em aço inoxidável Super Duplex, e as vedações de borracha são de EPDM aprovado para alimentos ou de borracha nitrílica. A separadora está equipada com sensores de velocidade e vibração. Os pés de ancoragem estão equipados com amortecedores de vibração. A separadora MBUX é acionada por um motor montado em flange. O separador é fornecido com o motor pré-montado na fábrica para que não haja necessidade de alinhamento no local.

Benefícios

  • Bocais de vórtice autorreguláveis para secagem otimizada do concentrado e mínimo risco de entupimento
  • Projeto higiênico

Como funciona

A separação ocorre no reservatório tipo disco, que é equipado com tubos de concentrado e bocais de vórtice. A fase de sólidos pesados movimenta-se por meio de força centrífuga para fora, em bolsões de sólidos na periferia do reservatório e, a partir daí, através dos tubos de concentrado e bocais de vórtice internos até uma câmara de tubo de separação, onde o concentrado é removido pelo tubo de separação e descarregado sob pressão. A fase líquida clarificada é deslocada em direção ao centro através da pilha de discos. Esta fase é então descarregada sob pressão por meio de um disco de separação integrado. A válvula deslizante sob o reservatório abre momentaneamente as válvulas, permitindo a ejeção de sólidos.

Bocais de vórtice autorreguláveis

Os bocais de vórtice exclusivos compensam automaticamente as variações na taxa do fluxo de alimentação ou a concentração de sólidos da alimentação para garantir uma concentração constante na fase de descarga de sólidos.

O recurso de autorregulação se baseia na relação entre a viscosidade do líquido que entra na câmara do vórtice e o efeito de sua velocidade de rotação na queda da pressão.
O concentrado entra na câmara do bocal de vórtice tangencialmente na periferia, forma um remoinho na câmara do vórtice e sai através de um orifício no centro do bocal. A pressão de entrada e saída do líquido é semelhante às quedas de pressão normais. Em princípio, estas quedas de pressão não são afetadas pela viscosidade do concentrado. A queda de pressão criada pelo remoinho do concentrado na câmara do vórtice é alta se a velocidade de rotação for alta, e baixa em velocidades de rotação baixas.